Familia...

30 de mai de 2010



Família...

Uma vez, há muitos anos, escutei um primo dizer: Quanto mais conheço essa família, mais prefiro os cachorros. Na época acharam um exagero, mas fiquei quieta, ele tinha realmente os motivos dele pra dizer isso!

A minha família ajuda MUITO, mas MUITO mesmo, mas sempre dão com uma mão e apedrejam, metem a boca e se intrometem na vida da gente... Às vezes, é preferível passar necessidade a aceitar ajuda...

Quem está de fora e vê quem precisa de ajuda, é ótimo quando vem ajudar, mas quando passa a achar que tem direitos sobre nossas decisões começa a ser inconveniente, faz sofrer, machuca muito.

As pessoas da minha família acham que não devemos apostar no sonho, que ser feliz não importa, e não tão nem aí se vamos ser frustrados assim como eles. Já a minha mãe, deu a mim e ao meu irmão pernas pra seguirmos nossos caminhos. Ela diz que se arrepende um pouco disso, mas lamenta ao ver um primo fazer uma certa faculdade a contra gosto, só porque a sociedade (família no caso) acha que é o certo.

Estou tentando colocar meu sonho no caminho certo, e acredito que está dando certo, estou me sentindo feliz com essa forma de trabalho, apesar de estar numa encruzilhada entre trabalho fixo e registrado e a autonomia.

Uma coisa que sei que fiz certo foi assumir as meninas, sempre tive medo disso e sei que os parentes falam muito por trás... Mas quando tomo uma atitude, já querem fazer do jeito deles e não perguntam nada, só agem e ainda acham que não tenho motivos pra estar de mau humor, já falam: esqueceu a fluoxetina hoje. PQP (desculpe, detesto palavrão, mas às vezes preciso dizer pra aliviar) será que não percebem que tenho vontades, desejos e se tomo alguma atitude em relação às minhas filhas é pro bem delas, não é só por capricho...

Hoje entendo o que meu primo disse e assino em baixo!

0 comentários: